Marcadores

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Fantômas, o guerreiro da justiça


Criado em 1930 por Takeo Nagamatsu, o personagem Fantômas, o guerreiro da justiça (Ōgon Bat ou Ōgon Batto, literalmente Morcego Dourado) é o primeiro super-herói japonês, o personagem estreou em kamishibais, uma espécie de teatro itinerante narrado com ilustrações, as origens dos kamishibais remontam ao século XII, quando surgiram os emakimonos, rolos de pintura (semelhantes a pergaminhos) que eram usados para contar histórias a uma plateia de analfabetos.

quinta-feira, 21 de julho de 2016

sexta-feira, 8 de julho de 2016

Johnny Cypher in Dimension Zero

Ao lado de The King Kong Show (coprodução da Videocraft com a Toei), Johnny Cypher in Dimension Zero (1967-1968) foi uma série americana animada no Japão, a série foi criada por Joe Oriolo (1913-1985) para a Seven Arts (empresa que pertencia a Warner Bros.), foram contratados os estúdios Japan Tele-Cartoons, Terebi Doga e Nezu Production. A série teve 130 episódios e mostrava as aventuras de um cientista que viajava entre dimensões. No Brasil foi exibida na TV Tupi, Rede Record e no Warner Channel.

sábado, 2 de julho de 2016

Argo, realidade e ficção

Em 1979, Jack Kirby foi contrato para fazer os concepts de uma adaptação do romance Lord of Light de Roger Zelazny (publicado pela editora portuguesa Europa-América com o título O Senhor da Luz), o projeto envolvia a criação de um parque temático, contudo, o filme acabou sendo cancelado, curiosamente, o projeto do filme acabou sendo rebatizado como Argo usado pela CIA e o governo da Canadá num plano de recuperação de diplomatas americanos no Irã. Em 2012, a história da missão virou um filme dirigido e estrelado por Ben Aflfleck chamado Argo, o filme toma liberdades (possivelmente por problemas de direitos autorais), Argo era um pastiche rejeitado de Star Wars, Jack Kirby é contratado pela CIA para fazer os storyboards, que se assemelham aos concepts de Ralph McQuarrie, Kirby foi interpretado por Michael Parks e os storyboards foram feitos por Len Morganti.